terça-feira, 5 de abril de 2011

NO ROLA ROLA




Tudo começa no olhar...um cruzamento provocador,
Não dá para fugir.

As palavras certeiras.

Sequenciando beijos
Lábios no lábios, Língua na língua...linguas que se enroscam.

O tato; Deslizar com delicadeza
pele na pele, toques,
Loucos beijos...
roupas que vam parar no chão.

Rolar ...rolar...
tapetes, paredes, em baixo do chuveiro; Cama!
Loucos beijos,
Mãos que passeiam,
Beijos na costa,

Corpos que se completam,
Encaixando                                                                                                                                                                                                                                          
Rodopiar, por cima, por baixo, em pé, deitado...

Luz acesa ou apagada, tanto faz...
Nada mais... É tudo!

Margareth Cunha

Um comentário: