domingo, 4 de setembro de 2011

Existe Nós ?





Aconchego-me
Encho-me de sonhos.
Fabrico ilusões; Desejos meio loucos. Fantasio!
E guardo pra ti... Benzinho!
Aquilo segredado, ocultado de mim... Puxaste pra fora. 



Ninguém jamais me mostraste; 
Eu a mim mesma, com tanta propriedade.
Como você... Como você!
Duelei comigo me jugando protegida, sobre tuas asas imaginárias.
Teus duelos internos, do passado, do presente; Tornaste um Homem belo.
Se quiseres, vem buscar o que restou de mim...

Quero-te... Quero-te...
Será que tens algo mais ainda a me dá?
Descobrisse através de mim que guardas dentro de ti algo que não sabias?
Despertei algo adormecido em você?
E assim... Assim... Sinto-me quando penso em nós dois;

Tocaste profundamente minha alma. Acordaste sonhos adormecidos,
Quando penso no meu envolvimento contigo, Sinto-me cuidada,
Algo imaginável, como uma luz que sega meus olhos,

Guando tuas dicas e refaço minha criatividade, reponho minha energia.
De perfeito nadas tens, mas me deste tanto amor;
Meu DEUS... Me deste amor infinito, sem pedi retorno,
Até pra mim tão romântica que sou... Não acredito ser real.

Mais teatro ou realidade... Isto sim é AMOR!
NÃO TE PEÇO NADA, NÃO TE COBRO NADA!
QUERO-TE...QUERO TE POR DEMAIS!
Um minuto longe de ti; É uma saudade que faz um buraco no meu peito.
                                                                                     Margareth Cunha.